NEMUM celebrou X Aniversário

10 Outubro 2012

O Núcleo de Estudantes de Medicina da Universidade do Minho  celebrou o seu décimo aniversário no passado dia 8 de Outubro, assinalando a data com uma Gala de Aniversário recheada de glamour, música e palavras inspiradoras. O dia, contudo, começou com a celebração do XII Dia da Escola de Ciências da Saúde, este ano dedicado ao Núcleo de Estudantes de Medicina, conforme assinalou a notícia do jornal Correio do Minho que transcrevemos.

NEMUM celebrou 10.º aniversário

À comemoração dos 12 anos da Escola de Ciências da Saúde associou-se também a celebração do 10.º aniversário do Núcleo dos Estudantes de Medicina da UMinho. Coube ao seu primeiro presidente do NEMUM, Pedro Morgado, deixar alguns conselhos aos novos clínicos, alertando-os para os principais problemas com que os médicos e estudantes de Medicina se deparam actualmente, a começar pela “anestesia colectiva perante a ditadura da inevitabilidade, em que as decisões se sucedem com uma espantosa cadência, sem que se promova o necessário debate e o indispensável contraditório”.

O “desenvolvimento extraordinário da dimensão económica da saúde” foi outro dos problemas apontados por Pedro Morgado, para quem esta é uma consequência da absorção da saúde pelo capitalismo, “esvaziando o compromisso de universalidade e subalternizando os objectivos da prática médica”.

A precarização das relações laborais e do trabalho médico é outro problema que merece reflexão sobretudo pelo “consequente enfraquecimento da independência técnica e científica dos médicos” e a “preocupante degradação das condições de trabalho com consequências imprevisíveis para a saúde dos doentes”. Enunciou ainda o deslumbramento das técnicas médicas e cirúrgicas, com o consequente empobrecimento da relação médico-doente e a subjacente desumanização dos cuidados de saúde. Pedro Morgado preside à Alumni Medicina, que integra antigos alunos da ECS.